1º Encontro Projeta Mulher

A noite da última quarta, 18, foi palco para o primeiro encontro do projeto da Due voltado para o Feminino. Uma iniciativa com foco em convidar mulheres para a ação, através da união e sororidade.

“Projeta, mulher. Projeta teu nome. Projeta teu sonho. Projeta seu projeto e acredita em você. Projeta, também, outras mulheres. Porque união é projeção. Projeta com amor. Projeta por onde for.”

Com essa bandeira, as colunistas do portal da revista Due definiram encontros mensais entre elas, mas pela repercussão e ânimo de outras mulheres em fazer parte, abriram as portas para mais algumas “manas”. Assim, o primeiro encontro reuniu cinquenta mulheres, de diferentes áreas e perfis. Na ocasião, além de muito papo leve, networking, comidinhas gostosas e sorrisos incontáveis, houveram três falas principais.

O primeiro momento foi com Giselle do Innergiza, que falou sobre Biohacking feminino – Estudo dos ciclos biológicos para aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais.

Giza veio despertar nesse grupo de mulheres empreendoras, a consciência da natureza biológica da mulher, trazendo reflexões sobre o ritmo que essas mulheres estão vivendo e se esse ritmo está sendo respeitoso com suas naturezas. “Num mundo da alta produtividade, cada vez mais queremos ocupar vários espaços ao mesmo tempo, e isso se torna auto destrutivo. As mulheres carregam um corpo feminino que oscila dentro de um mês, assim transitam em quatro fases, como as estações da natureza e o ciclo lunar, afinal somos ou não somos a imagem e semelhança da grande Mãe Natureza?

Se pararmos para observar, a mulher carrega em si fases como a da natureza em suas quatro estações e a lua nas quatro fases. Dentro do seu ciclo menstrual, transita-se por fases que se caracterizam por diferentes aspectos emocionais que são semelhantes aos da natureza.

  • Período fértil – momento de expansão, doação, plenitude. ( Lua Cheia, Verão, aspecto Maternal de fertilidade, criação)
  • Período pré menstrual- TPM ~ Tempo para Meditar, desacelerar ( Lua minguante, Outono, aspecto da feitiçeira)
  • Periodo Menstrual- a seiva se concentra naa raízes, indica um novo ciclo, recolhimento para acessar as raízes internas, do que se nutir nesse período de introspecção ( lua nova, inverno) .
  • Pré ovulatório – aspecto da donzela, energia de ação, dinamismo ( Lua crescente, Primavera)

Tendo em vista as semelhanças que temos com a natureza, refletimos sobre como estamos vivendo esses ciclos internos, se estamos correndo contra o tempo em busca de viver num mundo linear e apenas onde há espaço para a ação, produção e o realizar… e o tempo de se recolher e se perceber, onde fica?”, declarou Giza, em sua fala.

A segunda fala foi da anfitriã Valná Dantas, editora-chefe da revista Due e idealizadora do projeto.

Valná trouxe a reflexão sobre o uso das redes sociais como ferramenta de marketing e o poder positivo das mesmas, mas focou sua fala no peso que muitas pessoas, sobretudo empreendedoras, carregam em ter que estar sempre se expondo, gravando, postando, mesmo quando não dominam as ferramentas ou não curtem o processo. “Muitas fazem porque disseram que quem não posta, não vende. Que quem não tem engajamento, seguidores ou likes, não tem sucesso. E as que não podem contratar um profissional para o serviço de marketing digital ficam na pressão de entregar um resultado de impacto nas redes sociais e acabam adoecendo com isso, ou perdendo o ânimo com o que de fato deveria estar consumindo energia: o que elas sabem fazer de melhor. Nesse sentido meu trabalho é mostrar que marketing é algo muito maior e mais amplo. Que tudo que elas fazem, sobretudo fora do ambiente virtual, comunica. A roupa, a pontualidade, a fala, a entrega do produto ou serviço com qualidade, o compromisso, responsabilidade, as fotos, o texto, a atenção, o carinho com os clientes, entre tantas e tantas coisas a serem levadas em consideração quando o assunto é sucesso em um negócio. Não quero dizer que Rede Social não vende, nem quero dizer para pararem de fazer ou investir nisso, mas busco libertar minhas clientes e amigas de algo que, feito isoladamente, mesmo que de forma impecável, não trará resultado. Busco libertar suas rotinas de algo que elas não sabem, não gostam ou não entendem. Delegar a tarefa do digital traz paz para muitas mulheres, traz tempo

para investir em outros setores importantes do negócio. Traz o prazer de se ter ajuda. Então minha fala foi muito baseada nesse convite de “desconectar para conectar”. Fazer uma limpeza digital, uma limpeza na vida, uma reflexão sobre os propósitos e prazeres que elas encontram em seus trabalhos, para, após esse momento de “pausa”, traçarem seus objetivos, estratégias e PARCERIAS!”

O terceiro momento, com a coach Wanessa Lays, abordou a problemática da falta de tempo na correria do dia a dia, trazendo uma nova visão a respeito de gestão do tempo, principalmente na questão de vivenciar uma vida produtiva mais humanizada.

“Hoje em dia as mulheres assumem tantos papeis na sociedade que é praticamente impossível dar conta de 100% de tudo sozinha, o mais chocante é que dia após dias elas se cobram mais e mais. O meu trabalho é justamente desacelerar essas mulheres nessa corrida para finalizar a lista interminável de coisas a fazer. Quando eu faço uma limpeza na minha vida e saio me desapegando de certas obrigações e tarefas que podem ser delegadas eu consigo ter tempo para viver a vida.”

“Para renovar sua energia na rotina frenética, faça uma listinha de pequenos prazeres. Se questione: quais são as coisas simples que me faz bem e que eu posso fazer a qualquer momento? Tem pessoa que se abrir a janela, olhar a paisagem e respirar fundo concentrada ali no presente se sente  revigorada, outra só de escutar a música favorita já restaura o ânimo. Descubra quais são os seus pequenos prazeres e use-os de forma estratégica para fazer intervalos entre compromissos e atividades.”

Ainda sobre rotina produtiva ela mencionou a importância de você estabelecer prioridades. “Quanto mais clareza você tiver sobre tarefas importantes, melhor. Porque isso vai te dar o sentimento de realização e empoderamento por ter feito algo que traz resultados positivos para sua vida. Além disso, é super importante comemorar após um dia produtivo.”

Por fim, a mensagem final foi “seja sua melhor amiga, cuide de você primeiro para poder estar bem e cuidar dos demais, viva o presente e não subestime a capacidade de realização que existe dentro de você.”

Além dessas três falas, todas entrelaçadas pela importância do autoconhecimento, respeito ao corpo, tempo e diferenças, houve um momento de apresentação e interação entre as 50 mulheres que estavam presente.

O encontro será mensal, e para participar basta ficar de olho no instagram e portal da Revista Due.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.