ENEM: a prova passou, a ansiedade não!

O Enem, Exame Nacional do Ensino Médio, registrou 6,38 milhões de inscritos, dentre estudantes oriundos da rede pública e privada. O exame contou com alunos que se prepararam durante a maior parte do ano para conseguirem um bom desempenho e, posteriormente, uma nota suficiente para ingressar no ensino superior.

“Há uma pressão muito grande sobre esses jovens! A sociedade, a família e eles mesmos exercem uma cobrança muito forte e isso tudo somado ao próprio turbilhão emocional e hormonal natural da idade, torna o caso mais delicado. Os jovens se preparam bem, mas muitas vezes não conseguem alcançar o desempenho almejado por essa constante insegurança gerada pela pressão que eles passam.” explica a psicóloga do Hapvida, Débora Silva.

A ansiedade pode se manifestar de diversas formas, por exemplo: física, como dores no estômago, de cabeça, transpiração e aceleração do batimento cardíaco. Sabemos que a época do Enem ou do vestibular causa tensão para muitos jovens. E os episódios de ansiedade ocorrem com mais frequência.

Não só o Enem é o motivo de aflição dos jovens como demais vestibulares que vêm em seguida. “Depois da prova não tem mais o que fazer, passou! Só resta tentar se acalmar, pra isso praticar exercícios físicos é fundamental e manter uma  alimentação saudável também é essencial. O ideal é que o jovem busque praticar algum hobby para tentar não pensar tanto na prova e espairecer, se distrair”, aconselhou a psicóloga.

A previsão do Ministério da Educação/Inep é divulgar o resultado final do ENEM em janeiro de 2020;  a nota do exame pode ser usado no Sisu, Prouni e Fies.

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.