Domingo

Já reparou como o domingo parece demorar um milénio para passar? 80% das pessoas afirmam que o domingo é o pior dia da semana, e eu acabei de inventar essa porcentagem, talvez não exista uma pesquisa que comprove que as pessoas se sentem mais tristes nos domingos, mas tenho certeza que você conhece pelo menos 1 pessoa que não gosta do domingo, que já afirmou  “Domingo e muito chato”, “Por que depois dele vem a segunda”, entre outras frases clichês de pessoas que odeiam esse dia da semana mais que segunda-feira (outra coitada, muito julgada) ou talvez você realmente não conheça essa pessoa, talvez você possa ser essa pessoa. Mas preciso ser honesta sobre isso: eu já fui essa pessoa.

Domingo, um pesadelo com 7 letras e solidão. Você pode amar domingos, aqueles em que as famílias se juntam, fazem churrasco ou almoçam ao som de risadas e boas histórias, mas e aqueles domingos de tédio? O famigerado “vou ficar em casa só e sem ter o que fazer!”, é desses domingos que estou falando e pasmem, são esses os meus preferidos. Como já comentei, eu ODIAVA domingos, porém, tudo mudou quando aprendi a diferença entre solidão e solitude, quando saboreei as horas intermináveis junto á minha companhia, quando me permiti  acordar e ficar deitada na cama sentindo aquela preguiçinha gostosa, porque eu não preciso levantar, já que é domingo. Colocar um pouco de água para ferver e fazer aquele cafézinho de manhã, sentir o cheiro enchendo a cozinha, pegar um livro novo ou aquele que já li milhares de vezes e ler sem pressa alguma, pois é domingo e estou sozinha, apenas eu e eu, mais ninguém.

Meus domingos são feitos de banhos longos, com direito a cantoria alta no chuveiro, com a plateia dos meus produtos capilares, que agora, também posso usar, fazer aquela hidratação que adiei durante toda a semana. Entre cuidar da casa, dos filhos, ir ao curso de inglês, a reunião com o cliente chato, enviar aquele e-mail, entre *engolir a comida* almoçar para sobrar tempo de ir a academia… onde eu estava mesmo? sim, entre tudo isso, não sobra tempo de fazer aquela hidratação. Então no Domingo a mágica acontece. Valo o rosto com calma, faço aquela máscara facial com argila verde, passo no espelho e penso “tô linda”, saio do banho e ando nua pela casa, por que eu ESTOU SOZINHA e é maravilhoso, mas o melhor de tudo é quando coloco aquela música, a minha música preferida, ou aquele álbum daquela banda que minha amiga indicou que eu queria tanto ouvir, ou simplesmente aquela playlist que eu sempre escuto, e eu consigo respirar, realmente respirar.

Preparo um chá e sinto cada partícula do meu corpo se esquentando com esse líquido gostosinho, que me acalma e parece de alguma forma entrar na minha alma e transborda paz, de repente não há mais nada, só a música, eu, o chá, o domingo e um momento maravilhoso. Domingo é para te dar paz, Banda do Mar já diz. Encontre sua paz, permita-se sentir a tranquilidade, a delicadeza, a felicidade na simplicidade, a loucura de estar só e ainda sim estar feliz e se sentir completa. Faça dos domingos o seu dia, o dia perfeito do seu jeito, da forma como você achar melhor. Faça brigadeiro, coma sem culpa, porque chocolate é uma das melhores coisas dessa vida, sim! assista aquele filme clichê de romance adolescente que você já assistiu milhares de vezes ou arrisque uma nova série. Mas acima de tudo, não pare de fazer coisas e criar momentos até que o domingo seja seu dia preferido da semana e quando isso acontecer, faça com que todos dos dias da semana sejam um pouco como o domingo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.