De malas prontas

Tem algo melhor do que viajar e conhecer novos lugares, poder se aventurar e fazer novas descobertas? Se esse é um sonho seu não deixe de realizá-lo só porque não tem ninguém pra embarcar nessa aventura com você. Sim, é isso mesmo! Eu estou falando em viajar sozinha, afinal pra que melhor companhia do que você mesma?!

Tive a oportunidade fantástica de fazer isso este ano, passeei por Portugal de norte a sul e voei até pra Itália também, mas sozinha?! Sozinha mesmo. Não tinha ninguém pra ir comigo e eu queria muito viajar, então eu fui só, mas eu fui, e vou te falar: foi ótimo!

Não vou te dizer “não tenha medo”, porque muitas vezes eu tive, mas não deixe esse medo te impedir de fazer o que você quer. Antes da viagem pode até bater uma ansiedade e aquele desespero de leve “meu Deus e se tudo der errado?!” Mas calma, respira, e se tudo der certo?

Poder seguir seu próprio roteiro ou até deixar o roteiro pra lá e sair explorando as ruas, os parques, as vielas, fazer o que der vontade, sem ter ninguém pra reclamar ou ficar te apressando. Deixar a vida te levar e quem sabe acabar encontrando um lindo jardim e se deparar com um deslumbrante pôr do sol, como o do Rio D’ouro, sentar na ribeira e sentir a brisa suave do anoitecer.

Perambular sem destino, parar pra fotografar uma flor, a ruína de um castelo, uma casa bonita, saborear um gelatto bem gostoso sentada na fonte da Piazza di Spagna, ver as pessoas passarem pra um lado e pro outro e se divertir com isso. Passar horas em um museu e não ter ninguém pra dizer “ah vamos fazer outra coisa! .

Se permita, ria dos micos causados pelas diferenças linguísticas, peça pra uma pessoa aleatória tirar aquela foto sua que você tanto sonhou. No meio do caminho você vai conhecer pessoas diferentes de todos os cantos do mundo, encontrar anjos, que vão aparecer e te ajudar quando você menos esperar. Quem sabe você não vai ter a sorte de encontrar um moçambicano que vai te mostrar o caminho pra Via Catarina e a estação de São Bento, ou alguém como a Dona Emília que vai fazer amizade com você numa missaem Coimbra e vai te alegrar ao dizer que as pessoas se encontram por algum um motivo? (As missas em Portugal são lindas).

Isso é muito bom, mas tudo bem, tenho que dizer: nem tudo é um mar de rosas. As vezes seus pensamentos podem não deixar sua cabeça quieta, ou você vai sentir falta de ter alguém pra poder comentar “nossa olha que quadro bonito” ou “eu faria melhor! ”. Você pode esbarrar em situações complicadas e ter que resolver tudo só, como “meu Deus que hostel horrível, quando eu olhei no Booking ele parecia bonitinho, e agora o que eu faço? ”

Essas coisas aconteceram comigo, conheci muitos lugares e também muitas emoções, boas e ruins, mas tudo valeu à pena, afinal, como disse Fernando Pessoa:tudo vale à pena se a alma não é pequena” e eu tenho certeza que a sua alma é enorme, então se joga e já começa a arrumar as malas. Faça um planejamento, vá consciente dos desafios que podem surgir e seja feliz, assim como eu fui.

E Boa viagem!

Tags

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.